Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
-
25 DE JULHO DE 2009, SÁBADO
POR: João Bau e Jorge Nascimento Fernandes
Recomendação à Assembleia Municipal de Lisboa
Atribuir o nome do Eng. Vasco de Carvalho a uma rua de Lisboa
Os renovadores João Bau e Jorge Nascimento Fernandes, apresentaram em nome do Grupo Municipal do Bloco de Esquerda, que integram, uma recomendação para ser atribuído o nome do Eng. Vasco de Carvalho, importante dirigente do PCP dos anos 30, a uma rua de Lisboa. Esta recomendação teve os votos favoráveis do BE, Verdes, PCP e PS e os votos contra do PSD e CDS que, como são a maioria, a chumbaram. Leia aqui a recomendação referida.
Recomendação

Teve lugar há dias o centenário do nascimento do Eng.º Vasco de Carvalho, falecido aos 97 anos de idade em 22 de Agosto de 2006.
Militante comunista desde muito novo, destacou-se pela sua acção e coragem na resistência contra o fascismo, tendo passado 10 anos da sua juventude na clandestinidade e na prisão. Enquanto membro do PCP, assumiu as mais altas responsabilidades na condução da actividade partidária.
No período difícil do início da década de 40, marcado pela feroz perseguição que o regime de Salazar movia aos comunistas e a todos os antifascistas, foi vítima de uma bem sucedida intriga da PIDE, calúnia que o perseguiu, discriminou e amargurou durante décadas. Firme nas suas convicções, nunca abandonou a luta contra a ditadura, que prosseguiu activamente, empenhando-se no movimento cooperativista.
Foi fundador e durante muitos anos presidente do Ateneu Cooperativo e dirigente da Federação Nacional de Cooperativas de Consumo. Foi co-autor do livro, dirigido por António Sérgio, “O Cooperativismo: Objectivos e Modalidades” que, à data da sua publicação, constituiu um importante impulso para aquele movimento social.
Vasco de Carvalho dedicou-se aos problemas da habitação social e aos movimentos dos moradores, tendo presidido à Associação dos Inquilinos Lisbonenses quer antes quer depois do 25 de Abril.
Vasco de Carvalho, possuidor de uma fina inteligência e apurado espírito científico, destacou-se igualmente a nível profissional, como engenheiro electrotécnico. Participou na criação do Instituto de Soldadura e Qualidade, foi dirigente da Associação Portuguesa de Manutenção Industrial e docente na Universidade Nova de Lisboa.
A vida de Vasco de Carvalho é um exemplo de intervenção cívica e de luta pela democracia, por uma sociedade mais justa e pela liberdade igualitária, como gostava de dizer. Fiel às suas convicções ideológicas e ao seu posicionamento político, Vasco de Carvalho foi sempre um construtor persistente do diálogo, da aproximação e da acção comum dos democratas.
A sua vida enriqueceu a nossa democracia. A sua morte deixou-a mais pobre.

O Grupo Municipal do Bloco de Esquerda propõe que a Assembleia Municipal de Lisboa, na sua reunião extraordinária de 14 de Julho de 2009, decida recomendar à Câmara Municipal de Lisboa que seja atribuído o nome do Eng. Vasco de Carvalho a uma rua da nossa cidade.


 

O seu comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

Digite em baixo os caracteres desta imagem

Se tiver dificuldade em enviar o seu comentário, ou se preferir, pode enviar para o e-mail newsletter@comunistas.info.