Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
Harold Pinter
25 DE MAIO DE 2010, TERÇA FEIRA
POR: Cipriano Justo
O que dizia Harold Pinter sobre os anos do tatcherismo
Em exibição no Centro Cultural de Belém até ao dia 27 de Maio estão duas peças de Harold Pinter encenadas por Jorge Silva Melo e interpretadas pelos actores dos Artistas Unidos
Escritas em 1991 – A Nova Ordem Mundial – e 1999 – Comemoração –, são dois textos que embora distanciados por oito anos se complementam, articulam e se explicam mutuamente. É mesmo legítimo dizer-se que A Nova Ordem Mundia prepara a Comemoração e que esta só se tornou possível porque aquela teve lugar. Trata-se da emergência de uma certa pequena burguesia britânica, muito próxima do lumpen, durante os anos do tatcherismo, do capitalismo popular e da desregulação dos mercados, em que surgem profissões tão improváveis como o consultor de estratégia e onde tudo podia acontecer atrás de um arquivador durante as horas normais de expediente. Mais do que nas manifestações de exibicionismo da sua nova condição social, é no confronto entre o desbragamento verbal dos representantes da nova ordem e a erudição daquele que agora lhes serve o jantar que Harold Pinter manifesta até onde se pode chegar quando a inversão de valores se torna ditatorial.

Chega-se a este estado das coisas quando os princípios e as convicções são torturados ao ponto de serem aniquilados. Não esta ou aquela convicção, este ou aquele princípio, mas quem tenha convicções e defenda princípios. É à luz dessa operação prévia de limpeza que um dia, no caso, passados oito anos, se pode comemorar a vitória no melhor hotel da cidade, quiçá do mundo.


 

O seu comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

Digite em baixo os caracteres desta imagem

Se tiver dificuldade em enviar o seu comentário, ou se preferir, pode enviar para o e-mail newsletter@comunistas.info.