Comunistas.infoComunistas.infoComunistas.info
QUEM SOMOS
ACTUALIDADE
-
10 DE OUTUBRO DE 2012, QUARTA-FEIRA
Documento aprovado na reunião do Conselho Nacional da Renovação Comunista em 06.10.2012
A Renovação Comunista e o momento de emergência nacional
O clamor popular exige de forma cada vez mais explícita uma mudança de governo e de linha política. O que se trata de conquistar, em termos de acção transformadora, é a correspondência no plano das instituições da democracia com este sentido profundo da movimentação popular. Sem dúvida que a luta contra o governo ainda não fez emergir os contornos de uma alternativa. Porém, se o movimento popular, por absurdo, interrompesse a sua acção, não seria por isso que melhores condições seriam criadas para a construção de uma solução. Pelo contrário, é pela acção popular que as condições para formatar uma solução mais depressa poderão ser conseguidas.
O governo mostra-se isolado e atascado em contradições internas. Perdeu qualquer vínculo com as propostas que anunciou em eleições e age em completa dissociação com o mandato que recebeu em sufrágio.
A Renovação Comunista considera por isso seis pontos prioritários a alcançar pela luta social e política:
  1. Travar as medidas brutais deste governo, a sua previsível proposta de Orçamento de Estado e erguer uma resposta popular às medidas lesivas nele contidas

  2. Reclamar e obter o mais depressa possível a demissão do governo e

  3. Devolver a palavra ao povo.

  4. Desenvolver esforços para a convergência de forças à esquerda que, em conjunto com as organizações de cidadãos, permitam a viabilização de um novo governo capaz de responder aos graves problemas do país. Neste sentido é de saudar a realização do Congresso das Alternativas, um momento mobilizador que, apesar das visões muito diversas, permitiu iniciar um debate sobre linhas programáticas para a superação da situação.

  5. Desenvolver uma linha de renegociação com a troika que permita uma reavaliação crítica dos resultados obtidos, dos que previsivelmente continuarão a verificar-se com a insistência nas receitas austeritárias extremas e defender a interrupção da espiral recessiva em que o país mergulhou.

  6. Apostar na construção da União Europeia e da zona euro, em convergência com os outros países em dificuldades, na perspectiva da coesão e solidariedade onde o desenvolvimento económico sirva de facto o desenvolvimento social e a prosperidade de todos.
A Renovação Comunista apela portanto à construção das condições para a mudança de governo, para alcançar um vitória popular de acordo com a esperança manifestada nas grandes manifestações de Setembro e preparar os pontos mínimos de acordo à esquerda para viabilizar uma solução. Isso é que é o nosso mais urgente dever.


 
Momento de Emergência Nacional/Renovação Comunista
Enviado por António Lopes dos santos, em 13-10-2012 às 13:44:59
Amigos,
Gostei de receber este vosso E-mail...
Por mim, transformava o "Momento" em MOVIMENTO DE EMERGÊNCIA NACIONAL.
Também por mim, Renovação Comunista, parece-me bem, porque já não é sem tempo deitar fora todo aquele bafio a que tresandam...
Distingo as pessoas que, muitas delas que conheço, andam no PC com a melhor das generosidades, e isso merece-me respeito. O que não significa, necessariamente, que não sinta sobretudo a incongruência dos seus membros, quando os encontro na vida diária, E são egoístas, como quem o é, orgulhosos e individualistas, como quem o é, Ou seja, diariamente, não encontro neles a diferença que seria justamente expectável, em relação aos outros que combatem, aparentemente!
E é preciso coerência também, para sermos credíveis. Se não...!
Ora, esta linguagem que aqui encontro e com a qual estou inteiramente, não é a mesma que, por exemplo o BE também usa? Então, porque ainda não houve convergência, quanto mais não seja, na acção? Porque ainda não houve uma coligação de boa fé, sem aquele característico UNAM-SE (entenda-se para nós, que temos a verdade!)?
UNIDADE, significa convergência.
CONVERGÊNCIA significa caminhar na mesma direcção, e nunca o tal unam-se (para nós, bem entendido!...).
E a ideia de RENOVAÇÃO, bem a pede, e já não é sem tempo.
E o MOMENTO bem a exige...
E o momento, bem impõe o MOVIMENTO.
Então..., por que não vejo nada disso?
Um abraço!
Entendimento à Esquerda
Enviado por Nuno Filipe, em 13-10-2012 às 10:38:34
Felicito todos aqueles que desenvolvem esforços no sentido de um entendimento entre as forças de esquerda, e tenham presente um projecto europeu transformado no sentido de uma maior integração e solidariedade dos países e dos povos do Velho Continente.
Felicito portanto a "Renovação Comunista", que numa linguagem moderada, mas coerente, continua uma acção apreciável e que é um contributo importante nesta conjuntura de ameaça de uma enorme catástrofe, de que é responsável a direita europeia, tão bem servida pela direita portuguesa, protagonista de uma caminhada para o desastre nacional.

O seu comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório

Digite em baixo os caracteres desta imagem

Se tiver dificuldade em enviar o seu comentário, ou se preferir, pode enviar para o e-mail newsletter@comunistas.info.